É sempre melhor partir, deixar tudo para trás. É sempre melhor esquecer, apagar da memória, fazer delete e esperar o tempo que for preciso, com lágrimas se necessário, sem medo que no futuro não haja nada igual nem parecido que nos pegue ao colo e nos faça cócegas. Vai doer menos se regarmos o vinagre com açúcar como quem ri para não chorar, sem receio que o mundo inteiro esteja a ver, saboreando o veneno com delicadeza, utilizando as palavras e os gestos certos, esperando pacientemente que o tempo passe com a lentidão característica do mesmo, que não é tempo nem é nada.

1 comentário:

R. disse...

lindo, princesa! força, sim? *